Dás explicações? Consegue novos explicandos!
Inscreve-te como Explicador(a) no Estudante.com para apareceres no directório de explicadores.

Mensagem de erro

Strict warning: Only variables should be passed by reference em mulpo_preprocess_page() (linha 3 de /home/cde/public_html/sites/all/themes/mulpo/template.php).

«COMO RODOPIA UM PIÃO, E PORQUÊ»

1 entrada / 0 new
Rita Rebelo de ...
«COMO RODOPIA UM PIÃO, E PORQUÊ»

«COMO RODOPIA UM PIÃO, E PORQUÊ»
Eduardo Marques de Sá
Fundação Calouste Gulbenkian |Auditório 2 |16 Maio 2012 | 18h00

Não foi certamente o pião que motivou Leonard Euler a deduzir, dos princípios naturais de Newton, as equações que univer...salmente regem o movimento dos corpos sólidos. Não foi um pião de brincar, mas foram outros, bem maiores, como aquele em que vivemos e outros que rodopiam no céu à nossa volta.
O pião será a semente divertida com a qual procuraremos dizer algo do que se passou nos dois séculos que sobrevieram à publicação dos Principia Mathematica de Isaac Newton. Foi um período heroico para a Ciência, no qual a Física e a Matemática se deram as mãos no entendimento da Natureza, uma experimentando-a e descobrindo-lhe os segredos, outra inventando modos de os representar, iluminando o caminho, deduzindo o que a seguir viria. Física e Matemática como atividades do coletivo humano, tantas e tantas vezes coexistindo na mesma mente…

Eduardo Marques de Sá é professor de matemática, principalmente no Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra onde lecionou durante mais de três décadas, e onde leciona, desde há exatamente dez anos, na Escola Delfos de que foi cofundador. Mantém hoje a sua atividade de investigação em geometria, álgebra e combinatória, no Centro de Matemática da Universidade de Coimbra, e pratica dois vícios de sempre: a divulgação da matemática e a sua didática básica.

Informações: E. matematica2012@gulbenkian.pt | 217823525Ver mais