Dás explicações? Consegue novos explicandos!
Inscreve-te como Explicador(a) no Estudante.com para apareceres no directório de explicadores.

Mensagem de erro

Strict warning: Only variables should be passed by reference em mulpo_preprocess_page() (linha 3 de /home/cde/public_html/sites/all/themes/mulpo/template.php).

A Gripe A nas universidades

Mascara para prevenir contágios

Este ano, o regresso às aulas tem mais um tema para além das médias, das vagas, dos caloiros e das inevitáveis praxes – a Gripe A (vírus H1N1). A aglomeração de muitas pessoas em espaços fechados é a principal preocupação – principalmente porque se avizinha a época sazonal das gripes – por isso, tanto as universidades como os estudantes têm de estar atentos.

Como se transmite o vírus H1N1?

Nunca é demais relembrar as diferentes formas de transmissão do vírus H1N1 para que possas estar atento:

  • Transmitido pelo ar.
  • Transmitido de pessoa para pessoa através das gotículas de saliva resultantes do acto de falar, espirrar ou tossir.
  • O vírus H1N1 mantém-se activo sobre as superfícies entre 2 a 14 horas, o que significa que se passares as mãos na boca, nariz ou olhos, depois de teres tocado em objectos ou superfícies contaminadas, podes contrair a Gripe A.
  • Sentirás os primeiros sintomas da Gripe A (febre elevada, dores musculares, arrepios, fadiga, tosse, dor de garganta, nariz entupido, falta de ar, diarreia, vómitos) um dia depois do contágio.
  • Se estiveres infectado com o vírus H1N1, passas a ser considerado um doente contagioso e recomenda-se a quarentena durante os 7 dias seguintes.  

O papel da universidade

O delinear de um plano de prevenção e combate à Gripe A nos campus académicos começou algumas semanas antes do regresso às aulas e estas são apenas algumas das alterações efectuadas para garantir a saúde e o bem-estar de alunos, professores e funcionários universitários.

  • Existência de material informativo sobre a Gripe A afixado e/ou distribuído em vários locais para servir de lembrança diária.
  • Existência de gel desinfectante à entrada/saída dos diferentes espaços nos campus e nas casas de banho.
  • As portas das casas de banho podem ter sido equipadas com molas, de forma a não ser necessário usar as mãos para as abrir.
  • Os diferentes horários podem ter sido organizados de forma a evitar a formação de grandes grupos de alunos.
  • As aulas passam a ser dadas de porta aberta.
  • Mesas e cadeiras separadas pelo menos um metro umas das outras.
  • Cada sala tem um caixote do lixo de pedal, reservado aos lenços de papel usados.
  • Desinfecção/limpeza diária dos chãos, corrimões, maçanetas de portas, mesas, cadeiras e outro material escolar.
  • Todas as salas da universidade são arejadas diariamente.
  • Na cantina todos os objectos de uso alimentar devem estar individualmente embalados.
  • Existe um posto médico em cada universidade devidamente equipado para receber e encaminhar qualquer aluno que possa suspeitar estar infectado com o vírus H1N1.
  • No caso de uma epidemia de Gripe A nas universidades, o plano de acção pode passar pelo ensino à distância.

O papel do estudante

Cabe a cada pessoa estar atenta e responsabilizar-se pela prevenção e eventual propagação da Gripe A:

  • Deves lavar as mãos com sabão várias vezes ao dia e evitar o contacto das mesmas com o rosto. Faz questão de ter sempre contigo uma pequena embalagem de gel ou toalhetes desinfectantes para os momentos em que não podes lavar as mãos com sabão.
  • O lenço de papel torna-se obrigatória para tapar a boca e o nariz sempre que espirrares ou tossires e deve ser deitado fora imediatamente a seguir; caso contrário, deves espirrar ou tossir para o antebraço.
  • Evita a partilha de material escolar durante as aulas.
  • Evita levar o computador pessoal para as aulas; na impossibilidade de isso acontecer deves desinfectar diariamente o computador e o rato.
  • Se viveres na residência universitária ou numa casa com outros estudantes, evita partilhar qualquer tipo de objecto.
  • Evita o convívio em espaços muito fechados (bares, discotecas…).
  • Deves ter em casa um termómetro e uma reserva de paracetamol.
  • Se suspeitares que possas estar infectado com o vírus H1N1, a primeira coisa que deves fazer é ligar para a Linha de Saúde 24 (808 24 24 24) e aguardar as instruções dadas. (No Brasil, a linha de saúde é o 0800 61 1997). Se estiveres deslocado, ou seja, longe de casa, deves informar-te se é seguro fazeres a viagem de regresso ou não.
  • Informa os teus pais imediatamente, assim como a universidade e as pessoas com quem possas ter estado em contacto nos últimos dias.
  • Segue as recomendações do médico e rápidas melhoras!
A sua votação: 
Sem votos