Dás explicações? Consegue novos explicandos!
Inscreve-te como Explicador(a) no Estudante.com para apareceres no directório de explicadores.

Mensagem de erro

Strict warning: Only variables should be passed by reference em mulpo_preprocess_page() (linha 3 de /home/cde/public_html/sites/all/themes/mulpo/template.php).

12 dicas para multiplicares os níveis de energia

Chávena de café

A energia é um bem precioso para qualquer estudante universitário: para saltar da cama de manhã, frequentar e aproveitar um dia inteiro de aulas, para ser produtivo nos apontamentos e nos trabalhos, para manter o estado de alerta na hora de estudar para os exames… sem esquecer o desfrutar dos momentos de lazer sem estar sempre a bocejar. Quanto mais enérgico estiveres melhor, por isso, estuda estas dicas e multiplica os teus níveis de energia.

  1. Duche quente e frio. Um duche quente e frio é exactamente isso: alterna entre jactos de água quente e fria de 30 em 30 segundos. Pode custar a habituar-te, mas vale a pena porque a diferença em temperaturas choca o organismo de tal maneira que ele parece voltar a nascer e tu ficas com energia para dar e vender.
  2. Vitaminas e minerais. Nem sempre aquilo que comes te fornece todas as vitaminas e minerais que o teu corpo e cérebro precisam para estares a 100%, por isso, tomar periódica ou regularmente um suplemento vitamínico fará maravilhas aos teus níveis de energia. Para além de poder ser a diferença entre um dia bom e um dia mau, a toma adequada de vitaminas e minerais também fortalece o teu sistema imunitário, o que te vai ajudar na prevenção de doenças que só te querem atrasar a vida.
  3. Refeições saudáveis. Não é um hábito muito fácil de adquirir, mas uma vez instalado, mudará a tua vida para sempre. Para começar, segue esta simples equação para garantir níveis de energia indestrutíveis: as calorias ingeridas devem estar preferencialmente distribuídas da seguinte forma – 40-50% hidratos de carbono, 25-35% proteína, 20-30% gordura. Não te esqueças que estamos a falar em calorias e não em termos de gramas, ou seja, enquanto 1 grama de hidratos de carbono e de proteína equivale a 4 calorias, 1 grama de gordura equivale a 9 calorias. Este equilíbrio é essencial para um estado de energia, alerta e concentração constante.
  4. Exercício físico. Nunca irás acreditar nos benefícios que a prática regular de exercício físico pode trazer para a tua vida e bem-estar se não experimentares. Podes começar por fazer algo menos intensivo e ir aumentando as sessões de ginástica – em pouco tempo vais perceber que o teu corpo está mais energizado, é como carregar baterias, da forma mais natural e saudável possível.
  5. Alongamentos. Por vezes é impossível ir até ao ginásio ou encontrar tempo (e até disposição) para ires fazer a tua corrida matinal. É compreensível, mas também perfeitamente contornável. Bastam alguns alongamentos bem-feitos para potenciar a circulação sanguínea e, consequentemente, despertar corpo e mente – o ideal para quando fizeres algumas pausas durante uma tarde de estudo.
  6. Sesta regeneradora. Para aqueles momentos em que te sentires particularmente cansado, desmotivado, desconcentrado e procuras desesperadamente uns palitos para manter os olhos abertos, experimenta este truque: toma um café ou chã (este tem apenas um 1/3 da cafeína encontrada no café) e faz uma sesta de 20 minutos. Este é o tempo necessário para a cafeína começar a produzir os seus efeitos, ou seja, quando acordares, vais sentir-te super-energizado e pronto para trabalhar.
  7. Música que motiva. Por vezes, uma playlist de música alegre e ritmada, tocada a alto e a bom som é tudo o que precisas para voltar a entrar em acção. Pode ser aquela música que ligas quando fazes exercício e que te motiva para fazeres mais e melhor; ou então aquela que gostas de acompanhar, a cantar e/ou a dançar. Alguns minutos de música motivadora são o suficiente para “acordar” o teu cérebro, potenciar a circulação sanguínea e elevar os níveis de concentração.
  8. Evita alimentos processados. Para além de serem altamente calóricos, este tipo de produtos alimentares estão recheados de gordura e sal, ou seja, nada de muito bom, principalmente para aumentar e manter os teus níveis de energia. Evita o consumo de muitos alimentos processados, principalmente num só dia.
  9. Evita grandes quantidades de cafeína. Ninguém é indiferente aos efeitos positivos da cafeína e para quem realmente aprecia, do seu sabor inconfundível. No entanto, também deves saber que doses excessivas de cafeína têm o efeito exactamente oposto àquele que esperas: quanto mais tomares, maior a adrenalina instantânea, mas também maior o “crash” que se segue e que te vai deixar num estado de pura letargia. E atenção, a cafeína também pode ser um vício, por isso, pouco e bom é o melhor conselho.
  10. Evita grandes doses de açúcar. O açúcar funciona tal e qual a cafeína, ou seja, uma dose generosa de açúcar sabe bem e parece dar-te aquele pico de energia que procuravas, mas meia hora depois estás de rastos, ou seja, na estaca zero. Resiste. Tu consegues.
  11. Evita bebidas energéticas. De vez em quando, uma bebida energética pode ser o aliado perfeito para te manteres acordado nas aulas, para uma maratona de estudo ou uma noitada para terminar um trabalho importante, mas se te viciares (o que pode acontecer mais depressa e mais facilmente do que imaginas), em vez de uma lata, o teu corpo vai precisar de duas, depois três e depois quatro para produzir o mesmo efeito. Tudo o que é demais, não faz bem, nem à saúde, nem à carteira. Este tipo de bebidas são caras, o que não condiz com os estudantes, que passam a vida a tentar poupar.
  12. Evita pessoas e situações esgotantes. A tua energia é preciosa, por isso, não a gastes em situações ou em pessoas que só te querem esgotar. A melhor maneira de conseguir um estilo de vida relaxado e pleno de energia, é viver de forma saudável e evitar tudo aquilo que seja tóxico, pessoas incluídas.
A sua votação: 
Média: 4.8 (36 votos)