Dás explicações? Consegue novos explicandos!
Inscreve-te como Explicador(a) no Estudante.com para apareceres no directório de explicadores.

Mensagem de erro

Strict warning: Only variables should be passed by reference em mulpo_preprocess_page() (linha 3 de /home/cde/public_html/sites/all/themes/mulpo/template.php).

10 dicas para não engordar na universidade

Comida rápida hamburguer e batatas fritas

Acumular alguns quilos indesejados durante os anos universitários – principalmente o primeiro – é mais fácil do que imaginas e a razão muito simples: passas a ser tu o único responsável pela tua alimentação, ou seja, McDonald’s, pizza, batatas fritas e donuts à discrição! Os americanos têm uma expressão muito curiosa que é o “freshman 15” e que traduzido significa qualquer coisa como “7 quilos de caloiro”, ou seja, o peso, em média, que os caloiros ganham no primeiro ano da universidade. Não queiras ser alvo do temido “freshman 15”!

  1. Toma o pequeno-almoço. Nunca é demais lembrar a importância da primeira refeição do dia, que é precisamente a primeira por algum motivo especial: é aquela que te vai fornecer a energia necessária para enfrentares mais um dia de aulas, estudo ou exames com uma cabeça limpa e motivação extra. Caso contrário, a meio da manhã vais precisar de palitos para segurar os olhos e vais pagar para ingerir calorias desnecessárias no bar com aquele chocolate quente e croissant que acabas sempre por comprar. Faz de um bom pequeno-almoço o teu novo ritual matinal… não vais querer outra coisa, prometemos!
  2. Dá uso às pernas. Esquece os transportes públicos e a boleia dos amigos e aproveita para ir a pé para a universidade – para além de ser uma óptima maneira de acordares de manhã cedo e de desanuviar a cabeça depois de um dia inteiro de aulas, é uma excelente maneira de te manteres em forma. Sabias que por cada 1,6 km que andares, queimas entre 80-100 calorias? Se andares 8 km por semana, num ano vais queimar qualquer coisa como 26,000 calorias e evitar, por completo, os “7 quilos de caloiro”.
  3. Inscreve-te no ginásio da universidade. Os preços praticados pelos ginásios universitários foram feitos a pensar nas carteiras dos estudantes e são sempre muito mais baratos do que qualquer outro health club, por isso, aproveita! Ainda por cima, vais estar na faculdade em aulas por isso mais perto e mais cómodo é impossível.
  4. Dorme 8 horas por noite. Dormir bem e suficiente é um factor chave no que toca à manutenção do peso ideal, isto porque a privação de sono e o cansaço acumulado desequilibra determinadas hormonas. Quando não dormes o que deves, os níveis de grenalina (a hormona da fome) aumentam, o que implica o aumento de peso; por outro lado, os níveis de leptina diminuem, o que nos deixa com mais fome. Estão a ver o que acontece quando as duas se juntam, não estão? O sono de beleza também pode ser considerado um sono de peso!
  5. Inscreve-te num clube desportivo. Existem vários bons motivos para te inscrever num clube da tua universidade, entre eles a possibilidade de praticares um desporto que adoras, fazer novas amizades, representar as cores da tua faculdade, perder peso e manter a forma física.
  6. Evita os 15 alimentos que deram o nome ao “freshman 15”: pizza, hambúrgueres, batatas fritas, francesinhas, massas à carbonara, refrigerantes, guloseimas das máquinas de venda automática, gelado, chocolates, rebuçados, chips (batatas fritas de saco), bolos, bolachas, comida pré-cozinhada/pré-congelada e sobremesas da cantina. Isto não quer dizer que nunca mais podes comer estas coisas, só não as deves comer todas, todos os dias.
  7. Não estejas muitas horas sem comer. Com a correria entre aulas, a biblioteca, a conversa com os amigos e as compras de supermercado, é muito fácil saltar refeições, mas isso é terrível para os “freshman 15”. Porquê? Quando te aperceberes, estarás esfomeado e a comer tudo aquilo que te aparecer à frente – e de certeza que não vai ser uma salada e um bife grelhado! Se isto te acontece frequentemente, abastece a tua mochila todas as manhãs com 1 ou 2 peças de fruta, 1 pão com qualquer coisa, 1 barra de cereais… 
  8. Mantém-te hidratado. Da mesma forma que não deves passar muitas horas sem comer, o mesmo se aplica ao consumo de líquidos – e não estamos a falar de café e Coca-Cola. Na hora de te hidratares escolhe água ou chá verde, com 0 calorias e uma dezena de outros benefícios, são sempre escolhas acertadas para quem não quer engordar e pretende manter-se saudável.
  9. Escolhe menus saudáveis. Quer comas em casa ou na cantina, tenta iniciar cada refeição com um prato de sopa ou de salada, seguida de carne ou peixe grelhado em vez de optar por muitos fritos. Não descures a fruta, nem os vegetais e experimenta os lacticínios magros, assim como os cereais integrais. É mais fácil planeares as refeições ao início da semana em vez de deixar a decisão para a hora de jantar – podes acabar por desistir porque não tens nada programado e encomendares uma pizza. Pesquisa online receitas saudáveis, económicas e rápidas, e cria o teu próprio livro de culinária!
  10. A comida não é o teu melhor amigo. Pode ser, se for saudável, mas não o é se a procuras como conforto porque te sentes sozinho, tens saudades de casa e dos teus pais ou o teu namorado(a) acabou recentemente tudo contigo. Da próxima vez que deres por ti a comer gelado directamente do pacote pela terceira noite consecutiva ou a acabar mais um pacote de bolachas de uma só vez, pega no telefone e desabafa com uma amiga, irmão ou mãe; convida o colega de casa para ver um filme ou jogar Playstation; liga o Messenger para ver quem está online; ou planeia uma saída com os amigos. Aqui, sai tudo a ganhar – corpo, mente e alma.
A sua votação: 
Média: 4.4 (12 votos)